Trago aqui mais uma publicação sobre assuntos paralelos às notícias atuais. Da última vez foi um mini-guia sobre a capturas pokémon. Hoje eu vou trazer uma pequena curiosidade e uma discussão sobre os famigerados HMs.

Evolução

images3

HMs não possuem “história” específica, até porque eles nasceram junto com a franquia pokémon. Mas eles possuem uma “evolução” no decorrer do tempo – mudanças, incrementos, decrementos. Então vamos começar falando sobre essa “Guerra dos Tronos” deles conforme a franquia foi avançando (lembrando que o conceito de HM só existe nos jogos).

  • 1ª Geração:

Os jogos da primeira geração traziam apenas 5 HMs: HM01 – Cut, HM02 – Fly, HM03 – Surf, HM04 – Strength e o HM05 – Flash.

  • 2ª Geração:

Já passando para a segunda geração nós temos um incremento de 2 novos HMs, todos os 5 da primeira geração se mantiveram e o HM06 – Whirlpool e o HM07 – Waterfall entraram para o jogo.

  • 3ª Geração:

Na terceira geração tivemos uma mudança e um novo acréscimo. O HM06 – Whirlpool perde a coroa e o HM06 – Rock Smash ascende ao poder. O HM08 – Dive aparece nos jogos Ruby/Sapphire/Emerald.

Contudo, notaram que o HM08 era um tanto quanto desnecessário, e ele foi retirado em Fire Red/Leaf Green.

  • 4ª Geração:

Aqui nós tivemos a primeira remoção de um dos HMs originais. Flash perdeu o trono para o novo HM05 – Defog (que – convenhamos – é um Flash disfarçado). Também tivemos a volta do HM08, agora ele surge como o golpe Rock Climb.

Ainda nos remakes da 2ª geração tivemos o destronamento do HM05 – Defog, que passou a coroa de volta ao antigo Whirlpool, que assumiu o papel de novo HM05 em Heart Gold/Soul Silver.

  • 5ª Geração:

Aqui o governo mundial estava passando por crises e resolveu cortar as verbas e fechar alguns reinos, e caímos para 6 HMs. Restaram apenas os HM01 – Cut, HM02 – Fly, HM03 – Surf, HM04 – Strength, HM05 – Waterfall e o HM06 que traz a volta de Dive.

Contudo, a 5ª Gen marca uma mudança na forma que os HMs são usados, passando a dispensar a necessidade de se ter alguma insígnia para permitir o uso dos HMs fora de batalhas. Algumas situações se inverteram, onde é necessário ter alguma insígnia específica para se conseguir receber algum dos HMs. Porém, caso você consiga algum pokémon que já possua o golpe ou que aprenda naturalmente você poderá usar o golpe sem restrições.

  • 6ª Geração:

Na 6ª Gen o HM06 – Dive foi destronado novamente em X/Y, reduzindo o total para os 5 que sobraram, e voltou-se o método antigo que requer a posse de determinada insígnia para que se possa usar determinado HM fora de batalhas.

A guerra pelo poder é constante, e em Omega Ruby/Alpha Sapphire temos a volta da ascenção do HM06 – Rock Smash e a volta de Dive como HM07, aumentando o total para 7.


Agora só nos resta esperar para ver o que vem por aí nos próximos capítulos da Guerra dos tronos dos HMs na 7ª Geração…

 Análise

Porém, apesar de toda essa “dança das cadeiras” no mundo dos HMs, eles incomodam bastante alguns players. Tivemos uma matéria da IGN que trazia as expectativas deles (no caso, da pessoa que fez a matéria) a respeito dos jogos da 7ª Gen. Uma das expectativas trazia exatamente a extinção do sistema de HMs. Sim, a completa abolição da existência dos HMs nos jogos.

Vamos analisar isso pelos 2 lados da moeda:

Versão contra: HMs são sim, de certa forma, irritantes para os jogadores. É uma coisa que te força a seguir por um caminho na história, mas que não faz isso de forma agradável. Ele lhe força a ocupar um slot dos seus já poucos 4 golpes permitidos por pokémon (e existem vários pokémons que já sofrem da síndrome de apenas-4-golpes-não-aproveita-meu-potencial) e o pior, ele não permite substituição de forma natural. Apenas um Move Deleter pode fazer seu pokémon desaprender um HM que lhe foi ensinado.

Isso não seria muito problema, porém com o surgimento do sistema de golpes físicos e especiais isso pode virar um inferno. Seu pokémon de água no time será um Swampert. Mas Swampert é um pokémon com potencial grande para golpes físicos, porém você precisa usar Surf – e Surf é um golpe especial. O resultado? Ou você terá que usar seu Swampert com Surf durante o game ou treinar algum outro pokémon para carregar o golpe.

Surge um 3º problema disso: HM Slaves. Além de destruir o eventual potencial de pokémons como Bibarel, que são comumente usados como HM Slaves, eles ocupam um espaço no seu time. Não é só usar quando você precisar dele? Bem, isso não seria um problema se você não dependesse da mecânica dos HMs em praticamente o jogo inteiro.

72ae0bb57cc06cf22ba039d66e4f525da6a0db48_hq

Surge daí um 4º problema: Em alguns jogos o HM não tem praticamente utilidade alguma. Um caso famoso, por exemplo, é daquele item atrás de uma árvore de Cut em Viridian City (Fire Red/Leaf Green). Há um caminho por trás que permite que você pegue o item – o HM se torna totalmente inútil.

Versão “não-contra”: Bem, não há um lado que seja exatamente “a favor”. Não porque não se importem com a existência ou não existência dos HMs, mas por simplesmente não acharem correto que eles sejam removidos, mas se eventualmente forem retirados, bem, esse lado não vai morrer de ódio por causa disso.

O ponto é: os jogos de pokémon (até hoje) são extremamente lineares. Não há “side quests” nos jogos. Tudo está de certa forma ligado ao enredo principal. No máximo itens extras ou evolutivos são conseguidos em ações paralelas ao enredo central, mas completar a PokéDex também é parte da jogabilidade linear do jogo…

Uma característica importante de jogos lineares é a necessidade de se ter “checkpoints”. É necessário alcançar a próxima cidade, chegar no próximo ginásio, conseguir derrotar o líder da equipe vilã… E sim, os HMs são uma forma de manter o jogador dentro desses “checkpoints”, que, queira/goste você ou não, são o que dão lógica ao jogo inteiro.

Você simplesmente não pode pular para o 7º ginásio que fica numa cidade ao lado porque é necessário que você tenha o HM – Waterfall para subir uma cachoeira e esse HM só pode ser pego se…. Toda a lógica e roteiro do jogo acaba ficando muito mais consistente com a existência dos HMs e retirá-los poderia ser prejudicial para essa lógica.

Outro ponto favorável a eles é que são poucos pokémons que aprendem os golpes dos HMs naturalmente, e, por isso, eles acabam fazendo um papel importante ao serem reutilizáveis, permitindo que você ensine bons golpes, como Waterfall, Strength, Surf e Fly aos seus pokémons ao mesmo tempo em que esses golpes se tornam úteis para o contexto do jogo como um todo, permitindo que você suba cachoeiras, atravesse trechos de água, mova pedras gigantes para fora do seu caminho e voe para uma cidade distante ou rota sem perder tempo.

Os HMs também trazem todo uma certa dinâmica e realidade ao fator “exploração” e “aventura” dentro dos jogos. Afinal, nós sabemos que no mundo real não existem caminhos de terra abertos no meio de regiões naturais que sejam tão bonitos e organizados como nos jogos. Daí temos que colocar uma pedra gigante no meio do caminho, um lago que separa 2 localidades, uma montanha que lhe obrigaria a dar uma volta gigantesca para se alcançar um local próximo caso você pudesse passar por cima dela, não são simplesmente inúteis ou irritantes, mas partes de um contexto que ocorre, com bastante frequência, no mundo real.


 Veredito?

Tudo tem seu contra e seu porém. Se formos analisar pelo lado do jogador – sim, eles deveriam ser retirados. Contudo isso afetaria a jogabilidade e a forma de se fazer os jogos de pokémon – e não há garantia se o novo modo seria tão bom quanto o atual.

Minha opinião:

Nem contra, nem a favor. Antes que voem os tomates por essa posição em cima do muro: sim, eu sou a favor de mudanças, mas não de extermínio.

Não creio que retirar os HMs seja sensato. Além de comprometer a forma de exploração e formato aventura do jogo, que lhe deixa curioso em mover aquela pedra gigante para fora do caminho só para saber o que há naquela passagem escondida por trás, os HMs já estão muito enraizados no modo de jogo da franquia, e removê-los talvez acabasse por gerar um descontentamento por parte de antigos fãs – que sim, são maioria.

Porém, deixar os HMs da forma como está acaba por ser igualmente ruim. A primeira medida seria remover a impossibilidade de se esquecer os HMs após ensiná-los a um pokémon. Afinal, o que os diferencia de um golpe comum? Outro fator importante é a quantidade. Você só pode usar 4 golpes por pokémon. Por que então ter 6, 7, 8 HMs diferentes? Os únicos HMs realmente necessários são Surf, Fly, Waterfall, Strength/Rock Smash/Rock Climb, Flash/Defog.

Surf, Waterfall e Fly por motivos práticos e bem óbvios (e se você acha que subir uma cachoeira é igual a nadar, boa sorte tentando). Agora pense: por que você tem que escolher entre mover, quebrar ou subir uma pedra? Se você pode fazer qualquer 1 deles já resolve bem o seu problema, não? Talvez Strength seja até mais geral para uso do que os outros 2 (afinal, existem cavernas com vários andares e o HM – Fly. Subir no morro/montanha/penhasco seria simples perca de tempo).

E sim, existem locais escuros ou com névoa. Coloquei Defog apenas por ser parecido com Flash, mas convenhamos, qual é a grande diferença prática dele para um Whirlwind?

Se você pode nadar pelo mar e consegue subir cachoeiras, voar, quebrar/mover/escalar rochas, porque você precisa usar um ataque de redemoinho para parar um outro redemoinho? Não seria simples desviar? Voar por cima? Escalar as rochas próximas e sair do outro lado? Se você não consegue respirar debaixo d’água e a pressão no fundo do mar esmagaria seu corpo, de que adianta mergulhar (Dive)? Seria você um primo do Aquaman e a GameFreak escondeu isso de você o tempo todo?

images2

Nesse ponto a primeira geração acertou em cheio. 5 HMs já são mais que suficientes, e de fato, se você olhar lá atrás, você realmente precisava daqueles golpes. Se você pode ter um Gyarados que pode soltar um Hyper Beam e destruir uma Sequoia como se fosse papel, por que cargas d’água você precisa de um golpe pra cortar uns arbustos espinhosos? Pular por cima deles talvez já fosse suficiente.


Então assim eu encerro essa análise sobre os HMs.Vamos esperar para ver o futuro da franquia, apesar do prognóstico nesse caso ser bem incerto, vamos torcer por boas mudanças para os 2 lados.

Sua opinião é a mesma da minha? Não? Então de que lado você estaria? Deixe seu comentário abaixo, estamos abertos a discussão! Abraços!

selo-entei-de-seguranca